Sudão do Sul: pessoas deslocados devido à violência em Agok continuam sem assistência adequada

Reproduzir vídeo

Desde fevereiro passado, confrontos armados têm assolado a população de Agok – que fica na Área Administrativa Especial de Abyei, uma região contestada entre o Sudão e o Sudão do Sul – e forçado dezenas de milhares de pessoas a deslocarem-se. A Médicos Sem Fronteiras está a fornecer alimento e artigos essenciais à população, assim como tem prestado apoio a estruturas de saúde e realizado atividades através de clínicas móveis. Apesar de algumas organizações humanitárias já estarem presentes em várias regiões afetadas, ainda não há uma resposta adequada a esta crise.

Partilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print